LGPD: 5 ideias para definir bases legais com Automação de Marketing

Agora, ficou muito mais fácil e prático adequar a sua estratégia de marketing à LGPD no RD Station. Confira aqui os principais casos de uso de definição de bases legais com Automação de Marketing

Atenção: o objetivo deste blog post é meramente informativo – não prestamos consultoria jurídica nem nos responsabilizamos por medidas que possam ser adotadas por terceiros.


A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) tem reforçado que a construção de um relacionamento saudável baseado no interesse mútuo entre a empresa e os seus contatos é a chave para ter uma estratégia de marketing e vendas de sucesso. Um passo importante para isso, é garantir a adequação de bases legais, ou seja, garantir que você apenas se comunique com os seus Leads quando tiver alguma hipótese da LGPD que autorize essa comunicação.

lançamos diversas funcionalidades no RD Station para facilitar a adequação de bases legais dos nossos clientes e parceiros. Aqui do nosso lado, estamos todos os dias estudando maneiras de facilitar seu plano de adequação da estratégia de marketing.

Pensando nisso, lançamos uma novidade para tornar ainda mais fácil a sua gestão de bases legais. Agora, você pode automatizar o processo de atribuição de bases legais aos Leads no RD Station Marketing com Fluxos de Automação. Com uma nova ação chamada “Adicionar bases legais” , você pode desenhar diferentes caminhos para adicionar, em massa e a partir de critérios específicos, bases legais para todos os Leads. 

Para mais detalhes, consulte o artigo da Central de Ajuda do RD Station.

Ideias para automatizar a atribuição de bases legais

No RD Station Marketing, é importante que você adeque as bases legais em duas principais frentes, que são:

  • Adequação de canais de entrada (como Landing Pages, Pop-ups, Formulários, Botões de WhatsApp, Mídias Sociais, entre outras); e
  • Adequação da base de Leads atual.

Se você é cliente ou parceiro RD Station Marketing e quer saber mais detalhes das estratégias de adequação de marketing, inscreva-se na Jornada LGPD.


Adequação de canais de entrada de dados pessoais

Vamos a alguns dos principais casos de uso que a sua empresa pode automatizar a adequação de bases legais? Há diversas formas de enviar  dados pessoais para o RD Station Marketing, mas vou agrupá-las em duas categorias principais:

  • Ferramentas de conversão ou de geração de Leads — Landing Pages, Pop-ups, Botões de WhatsApp, Formulários, Integração, Importação, entre outras;
  • Ferramentas de atualização e inserção de novos dados — Importação, Integração, Cookies, entre outras.

O indicado é registrar bases legais junto com a coleta dos dados pessoais para garantir que as informações estão atualizadas dentro da plataforma e sejam tratados dados apenas com autorização. 

Ficou difícil de visualizar como colocar em prática? Vamos aos exemplos: 

Caso 1: Legítimo Interesse em Landing Pages

As Landing Pages do RD Station Marketing permitem que você adicione os campos de consentimento para processamento e consentimento para comunicação (checkbox para obter consentimento para o envio de email marketing). 

Contudo, sabemos que a base legal do consentimento não é a única possibilidade em uma Landing Page. É possível que uma empresa queira utilizar a base legal do legítimo interesse em alguns dos seus canais de conversão. Já falamos sobre a possibilidade de utilizar legítimo interesse ao invés de consentimento neste blog post.

Vamos supor que você queira utilizar a base legal do legítimo interesse em uma Landing Page ao invés de consentimento. 

Para registrar a base legal de Legítimo Interesse aos Leads que converterem nessa Landing Page, você pode utilizar a ferramenta de automação. O fluxo ficaria assim:

Caso 2: Consentimento em Pop-ups de Newsletter

Em um Pop-up de Newsletter, a própria conversão pode já caracterizar um consentimento para realizar comunicações futuramente. Afinal, o Lead está preenchendo o Pop-up justamente com o objetivo de receber emails da sua empresa. Dessa forma, uma empresa pode escolher não adicionar os campos de Proteção de Dados e registrar base legal de Legítimo Interesse, por exemplo, através de um Fluxo de Automação. Neste caso, o fluxo ficaria assim:

Caso 3: Integrações com mais de uma base legal

Até então, seria necessário desenvolver via código o registro de bases legais diferentes referentes a ações distintas que vem de uma mesma integração. Agora, é possível utilizar as informações que chegam ao RD Station Marketing e atribuir bases legais através de uma conversão.

Suponha que todos os Leads oriundos de uma integração com um CRM deram o consentimento e, após fechar uma venda, assinam um contrato, ou seja, a base legal muda. O registro da mudança de base legal pode ser feito da seguinte forme:

  1. Configurar a base legal de Consentimento na Integração para que todos os Leads oriundos do CRM tenham esta base legal registrada no RD Station Marketing;
  2. Criar um fluxo (como mostrado abaixo) que atribui a base legal de Contrato após o Lead fechar uma venda e se tornar cliente.

Adequação da base de Leads atual

Além de adequar os canais de entrada, é importante revisar e atualizar a base de contatos que você já tem atualmente. Com as novidades de automação para bases legais, ficou ainda mais fácil atribuir e modificar as bases legais dos Leads que você já possui na sua base. Veja algumas ideias:

Caso 4: Bases legais e o estágio do funil

Vamos supor que a sua empresa possua um sistema de qualificação de Leads e marcação de oportunidades. As oportunidades de negócio são aqueles Leads que demonstraram um interesse direto na compra do seu produto e/ou serviço. Com base nisso, vamos hipoteticamente supor que você decida atribuir a base legal do legítimo interesse para todos os Leads que foram marcados como oportunidades, visto que as interações desses Leads com a sua empresa, cumprem com os requisitos do legítimo interesse, e fazem o consentimento ser considerado desnecessário.

Para esses casos, você pode atribuir a base legal do legítimo interesse às oportunidades de negócio que você possui na sua base atual de Leads.

Depois, cria-se o seguinte fluxo para atribuir bases legais:

Caso 5: Leads da própria empresa

Provavelmente, os próprios colaboradores da sua empresa podem estar na sua base de Leads. Se esse for o seu caso, você pode segmentar os seus colaboradores para atribuir a base legal de legítimo interesse ou a base legal de contratos (depende do contexto), em massa para essas pessoas. Portanto, você pode construir o seguinte fluxo para atribuir bases legais em massa para os colaboradores da sua empresa:

Mais ideias para usar Automação na adequação à LGPD

Existem diversas formas de atribuição de bases legais por Automação, tais como:  

  • Atribuição de base legal por perfil e interesse do Lead Scoring;
  • Atualização em massa de eventos de conversão: serve para empresas que estão fazendo análise de todos os eventos de conversão e que vão precisar atribuir uma base legal para quem já passou por eles (exemplo um evento presencial);
  • Campanhas sazonais/datas comemorativas: planejar as grandes campanhas do ano (Black Friday, Natal, ano novo e Carnaval) definindo quais bases devem ser atribuídas.

O mais importante é você saber que agora pode personalizar diversos critérios para facilitar a gestão em massa de bases legais, tanto para Leads já existentes, quanto para novos Leads.

E aí, gostou da novidade?! Conta pra gente como você está usando o recurso na sua estratégia de adequação. :)

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários