Namore alguém que… queira namorar com você

Nesse dia dos namorados, aprenda a dar valor a quem dá valor para você: seu cliente

Dia 12 de junho de 2017, uma segunda-feira. Você chega em casa, e em vez de sentar no sofá e ligar a TV para ver as notícias como sempre faz (e o país está um caos, quem poderia te julgar?), você coloca o buquê de flores que comprou em cima da mesa e vai direto para o fogão.

Prepara cuidadosamente um filé mignon com risotto de limão siciliano, aquela receita que reserva para quando quer realmente agradar alguém. Abre um vinho, que você trouxe de uma viagem para Buenos Aires no ano passado e guardou para abrir em ocasiões especiais. Toma um banho, troca de roupa, perfuma-se e espera a mulher da sua vida chegar do trabalho. É dia dos namorados, afinal.

Sabe o que tem de errado nessa cena toda?

Você faz tudo isso uma única vez no ano. Talvez duas, ou três, no aniversário dela e quem, sabe, no aniversário de namoro. Mas já ouviu o clichê de dia dos namorados é todo dia? Ele é a mais pura verdade.

Todo relacionamento, para ser verdadeiro, envolvente e não desgastar com o tempo, precisa de cuidado com frequência. Amar é uma decisão diária – o que significa que, se você faz sua namorada se sentir especial apenas uma vez no ano, há uma chance de o seu relacionamento terminar porque ela conheceu alguém que a faz se sentir amada o ano inteiro.

E fazer Marketing é basicamente a mesma coisa.

Se você só se relaciona com seus clientes em datas comemorativas, como o dia dos namorados, o Natal e o aniversário deles, está mais do que na hora de rever seus conceitos. Relacionamento se constrói no dia a dia, com admiração e confiança, e com a certeza de que a pessoa com quem nos relacionamos nos conhece muito bem e sempre se lembra da gente.

Estar presente é fundamental – e talvez disso ninguém discorde. Mas se você está imaginando que é um trabalho árduo, que toma muito tempo, ou se você nem sabe por onde começar na hora de pensar em como estreitar o relacionamento com sua base, pode parar por aí.

Para provar o contrário, aqui vão 5 ideias de estratégias fáceis para encantar seus clientes o ano inteiro:

1. Conheça seu público

Você odeia camisa pólo, mas o ex da sua namorada adorava, e ela só dá camisa pólo de presente para você. Já imaginou a situação? Se você não gostaria que sua namorada o conhecesse mal, não faça o mesmo com seus clientes.

Crie uma segmentação bem feita e entenda quais as características e interesses dos seus clientes. Mande para cada segmentação apenas aquilo que faz sentido para ela especificamente. Use sabiamente os campos customizados da sua landing page, faça perguntas que o levem a conhecer melhor sua base – e aí use essa informação a seu favor.

Se você possui uma loja de artigos esportivos, por exemplo, crie uma landing page com campos que permitam seu cliente escolher os esportes que pratica ou nos quais tem interesse. Se ele assinalou que é fanático por futebol, vai adorar receber conteúdo relacionado a isso, mas o deixe de fora de campanhas sobre artigos de vôlei de praia e esportes aquáticos. Acredite, o dia que ele tiver interesse sobre esses itens, irá buscar por livre e espontânea vontade – até lá, você só estará garantindo uma passagem direto para o lixo eletrônico.

email marketing- francisca joias - rd station

A Francisca Joias sabe, pela minha segmentação, que tenho interesse em joias com significado religioso, e me manda novidades sobre itens desse tipo

2. Personalize a comunicação

Imagine a cena: você vai a um evento com sua namorada, e na hora de te apresentar aos amigos, ela diz “oi pessoal, esse aqui é o… o…” – é isso que acontece quando você manda um email com texto genérico para seus clientes.

Use as variáveis de email para garantir que eles sintam que aquele email foi escrito para eles – e só para eles. Como você pode criar novas variáveis utilizando os campos customizados, fica fácil personalizar a comunicação.

Se você tem, por exemplo, um petshop online, que tal pedir, nas suas landing pages, o nome do cliente e do bicho de estimação que ele tem? Vale também pedir informações como a espécie do animal, ou a raça. Com essas informações você já consegue personalizar um email bem legal – e seu cliente vai se sentir especial de saber que você lembrou do companheiro dele (além de oferecer produtos específicos para o animal ou para a raça).

email marketing- petit sofie

Pergunta se eu não comprei uma cama nova para a Milka depois dessa? Rs

 

email marketing- the knot

Esse site sabe que vou me casar, quando vou me casar e me manda conteúdo para ajudar a organizar o grande dia

3. Esteja sempre presente

Você não precisa – e nem deve! – esperar uma data comemorativa para mandar um email. Relacionamentos acontecem no dia a dia, e ter uma frequência legal de emails é importante para que seu cliente se lembre de você.

Pense em conteúdos que não dependam de datas especiais – ou crie situações especiais, se precisar. Se você tiver um restaurante, por exemplo, por que não fazer uma campanha de inverno e oferecer desconto nos pratos quentes? Ou se tiver uma consultoria financeira, por que não enviar um conteúdo legal sobre poupança e investimentos todo começo de mês? É quando as pessoas recebem o salário, e é a melhor hora de convencer seus clientes a guardar e investir.

email marketing- hug

Olha esse email da marca de acessórios Hug, comemorando a chegada do inverno. Uma data comum pode ser uma ótima data para uma campanha

4. Faça com que ele se sinta especial

Certas regalias você só ganha porque tem um relacionamento mais próximo com alguém. Seja a voz carinhosa que sua namorada só faz para você, ou a oportunidade de vê-la fazer gracinhas – algo que ela morre de vergonha de fazer em público. Ela tem esse lado que só você conhece porque é você que namora com ela.

Pense só: um cliente que assina sua newsletter ou está cadastrado na sua base é um cliente que gosta da sua empresa e quer acompanhá-la de perto. Quando ele abre e clica em seus emails, está fazendo algo que, provavelmente, não faz para todo mundo. Ele se interessa pela sua empresa. Então porque não tratá-lo de forma especial?

Um desconto apenas para clientes que assinam seu feed, ou um presentinho de agradecimento por ele acompanhar você sempre ou interagir com seus emails são detalhes que fazem toda a diferença na hora de fidelizar seu público e estreitar o relacionamento com seus clientes.

email marketing- by nv

Que tal antecipar a liquidação para quem já é seu cliente?

5. Relacione-se!

Afinal, relacionamentos dependem de interação, e isso independe de qualquer data comemorativa. Quem é que não gosta quando chega em casa e a namorada pergunta: “como foi seu dia?”. Ou quando vai sair de casa e ela deseja um “bom trabalho!”?

Não há coração que resista a alguém realmente interessado em você e na sua satisfação. Mande um email perguntando como foi a compra, o que seu cliente achou do produto – dá até para você usar isso de gancho e conseguir mais avaliações sobre o produto.

Interações são importantes porque mostram ao cliente que você se interessa. E que está lá para ele, caso alguma coisa não saia como previsto. Se houve alguma insatisfação com a compra, ele provavelmente responderá seu email, o que permitirá a você agir a tempo de reparar o problema e conquistar a confiança do seu cliente de uma vez por todas.

email marketing- amazon

Pergunte como foi a compra e já aproveite o gancho para pedir uma avaliação

email marketing- southern weddings

Peça uma opinião para seu cliente, deixe ele participar das decisões da sua empresa – você aprenderá muito e ele se sentirá valorizado

Viu só como não é nada difícil fazer alguém se sentir especial? Muitas empresas normalmente esquecem que, por trás de cada contato, está uma pessoa, de carne e osso, com interesses, vontades e valores próprios, e que, se você conseguiu o contato dela, não foi à toa: ela realmente se interessa por você. Ela lhe deu seu email – um contato pessoal – e várias outras informações, porque ela acha que a sua empresa é digna da confiança dela, e que essa troca vale a pena. Ela quer você por perto.

E em tempos de amores efêmeros e relacionamentos superficiais, isso não é incrível?

Marcadores:

Deixe seu comentário